Policial militar é assassinado a tiros por assaltantes em Aracaju | SEnoticias
|

Policial militar é assassinado a tiros por assaltantes em Aracaju

Corpo chegou ao IML por volta das 20h30 (Foto: Arquivo reprodução)

Um policial militar morreu assassinado no fim da tarde desta quinta-feira, 1º, no bairro Santa Maria, em Aracaju. Ele trabalhava como segurança em uma loja de materiais de construção da avenida Alexandre Alcino quando o crime ocorreu.

Segundo informações colhidas no local, o cabo Élder Freitas, da 4ª Companhia do 1º Batalhão de Polícia Militar, estava sentado em um banco na frente do estabelecimento comercial quando indivíduos armados fizeram disparos contra ele. Segundo a polícia, eram três os criminosos; já o Conselho de Segurança do bairro afirma que foram dois.

Os bandidos teriam se aproximado de Élder e logo atiraram contra sua cabeça. Com o guarda já no chão, eles chegaram mais perto e efetuaram disparos pelo seu corpo. Nada foi roubado da loja – aparentemente, os indivíduos estavam interessados apenas na arma do policial, que foi roubada.

Além de Élder, outro homem acabou sendo ferido. Dono de uma banca de queijos vizinha ao comércio de materiais de construção, o vendedor identificado na área pelo prenome ‘Tadeu’ levou um tiro na barriga. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

No momento em que o Instituto Médico Legal (IML) realizava a remoção do corpo de Freitas, cinco viaturas se encontravam no local. A operação que buscava os responsáveis pela morte do cabo também mobilizou um helicóptero da polícia.

Consternados, alguns membros do Conselho de Segurança do Santa Maria afirmaram que a violência no bairro é alarmante. “Eles andam com as armas à mostra, todo dia tem assalto a ônibus aqui”, disse Edir Alves Sobrinho, presidente do Conselho. De acordo com ele, falta policiamento ostensivo na região – na próxima sexta-feira, 2, a entidade deve entregar um relatório a respeito da situação ao Comando Geral da Polícia Militar.

SE Notícias com Informações da Infonet

Postado por on 1 mar 2012. Filed under Polícia. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

4 Comentários para “Policial militar é assassinado a tiros por assaltantes em Aracaju”

  1. Reri Barretto

    A politica no Brasil e principalmente em Sergipe está se tornando algo desmoralizante e até nojento em virtudes dos atos praticados pela maioria dos politcos sergipanos. Poucos foram
    os que não mudaram de partidos na sua trajetoria politica. O que estamos vendo agora, não
    nenhuma novidade. O grupo Amorim já colocou João Alves para escanteio nas eleições do
    Tribunal de Contas quando escolheu Flávio Conceição em detrimento do nobre deputado Jo-
    sé Carlos Machado.Hoje o governador Déda sofre este dilema! Amanhã quem será?

  2. Devemos atribuir à morte desses “PM”, primeiro a grande parte da sociedade por questionar inadequadamente ações policiais no combate a criminalidade quando o elemento mais conhecido como marginais ou criminosos são mortos. Segunda parte, o salário ainda não é adequado as condições financeiras com o custo de vida caríssimo em nosso país. O policial deve ter vida digna pensando no bem estar familiar que tem como obstáculos na ordem financeira: Boas escolas, saúde, e etc. Não tenho carta e nem sou advogado de PM, mais é um absurdo a que pessoas venham falar mal da policia quando em combate tira a vida de um elemento que significa uma grande ameaça ao povo decente. Pra me são lixos que devem ser recolhido o quanto antes.

  3. Denise Rocha

    O seguinte é esse , ele não morreu no exercício da profissão mas em um bico que fazia , não discuto porque ele fazia bico porque sei que o salário não é essas coisas , mas pergunto : sua atitude não foi ilegal?

    • Thiago Aquino

      Denise. Como dizer que ele estava fazendo bico, como segurança da loja, se o crime foi todo contra ele. Não houve assalto nenhum a loja, chegaram diretamente atirando nele para roubarem sua arma. Ele trabalhava no santa maria e como policial tinha porte de arma e andava com ela por saber da falta de segurança no local. O caso é claro. Foi latrocínio… Espero que haja Justiça e que esses bandidos sejam punidos como merecem…a bala…